Pecado

Pecado é qualquer ação que prejudique o relacionamento que temos com Deus e / ou outra pessoa. É escolher agir de uma maneira que nos afaste de Deus. Ele nos projetou para responder a Ele de uma maneira que esteja de acordo com Sua natureza. O pecado rompe essa conexão, recusa esse presente e rejeita Deus.

O pecado entrou no mundo quando Adão comeu da árvore que Deus havia proibido. Agora somos espiritualmente pecadores por causa da “natureza pecaminosa” que herdamos de Adão.

Nascemos com a natureza do pecado e uma tendência natural ao pecado. Nascemos com a tendência de rejeitar Deus. Por causa de nossa identidade como descendentes de Adão, também carregamos “pecado imputado”.

Visto que todo pecado é a rejeição de Deus, Sua autoridade e Sua preferência, o pecado automaticamente nos exclui de Sua presença. Mas o perdão do pecado, assim como a graça, a paz e a vida eterna no paraíso são encontrados apenas em Deus.

A liberdade do domínio do pecado é encontrada apenas em Deus. Nossa natureza pecaminosa herdada, nosso pecado imputado e todas as nossas pequenas escolhas nos separam definitivamente de Deus.

Felizmente, o sacrifício de Jesus cobre todos os pecados. Em vez do pecado imputado de Adão, recebemos a justiça imputada de Cristo ( 2 Coríntios 5:21) – escolhemos outra equipe para se identificar.

Enquanto o Espírito Santo habita em nós, a natureza pecaminosa perde seu alcance, e não somos mais seus escravos. E quando cometemos atos individuais de pecado, somos autorizados a abordar o trono da graça com confiança ( Hebreus 4:16 ), sabendo que vir a Deus e confessar nossos pecados nos permitirá renovar nosso relacionamento com Ele.

Onde abundou o pecado superabundou a graça

Onde abundou o pecado superabundou a graça isso já sabemos mas independentemente de onde vivemos e do que estamos enfrentando – independentemente de quão ruim a situação ao nosso redor pareça aos nossos olhos naturais – a graça de Deus está fluindo rio abaixo. 

casamento na bíblia

E Deus a derrama abundantemente em abundante medida! De fato, é impossível imaginar, medir ou até sonhar com a quantidade de graça divina que Deus está enviando em nossa direção seja em nosso ministério, em nossa família, nosso casamentos, financeira, espiritual.

Nenhum banco aguenta a inundação da graça. Não é apenas “muita” graça; é mais, mais, mais e muito mais graça! A inundação da graça sempre superará em muito a inundação do pecado e das trevas!

Satanás tentará impedi-lo de fazer a vontade de Deus, mas nunca esqueça que o inimigo não pode prevalecer contra você se você apenas se render ao Senhor.

Você descobrirá que Deus está fornecendo graça mais que suficiente para combinar com o que o inimigo está tentando fazer.

Se você se render a essa graça divina, ela aumentará cada vez mais, até que eventualmente inundará todas as áreas da sua vida. Em vez de ver a destruição do inimigo, você verá o incrível derramamento da maravilhosa graça de Deus em todos os lugares!

Portanto, quando uma situação parece ruim, como aconteceu há muitos anos em tempos difíceis em nossa parte do mundo, não se surpreenda se ouvir o Espírito de Deus dizer: “Despeje-se! Mantem! Não pare por um minuto! Continue pressionando à frente.

É em momentos sombrios e difíceis como esses que eu mais gosto de trabalhar! É quando Minha graça supera em muito as trevas do mundo. Onde quer que abundem o pecado e as trevas, eu realmente derramo a Minha graça! ”

Pecados contra o Espírito Santo

Pecados contra o Espírito Santo são mencionados na bíblia  e ela alerta para os pecados que se pode cometer contra o Espírito Santo. Alguns deles só podem ser cometidos por descrentes, enquanto outros podem ser cometidos por crentes.

Mentir para o Espírito Santo significa fingir ser algo que você não é – seguir os movimentos de viver a vida cristã sem realmente entendê-la em seu coração. “Essas pessoas se aproximam com a boca e Me honram com os lábios, mas afastaram seus corações de mim” (Isaías 29:13).

Não entristecer o espirito santo com o pecado

Não entristecer o espirito e não Lamentar porque o Espírito Santo se entristece. Quando permitimos que a amargura envenene nossas vidas ou caluniamos os outros, estamos entristecendo o Espírito Santo. “E não entristeces o Espírito Santo de Deus, por quem você foi selado para o dia da redenção. Que toda amargura, ira, ira, clamor e maldade sejam afastadas de ti, com toda a malícia ”(Efésios 4: 30–31).

O espirito santo se afasta quando pecamos

O espirito santo se afasta quando pecamos e a têmpera sugere a extinção de um incêndio. A descrença certamente pode impedir a operação e o movimento do Espírito Santo de Deus (ver Marcos 6: 4-5).

Esse pecado também é cometido quando o Espírito Santo leva você a fazer uma determinada coisa (compartilhar sua fé, orar mais, dar um passo de fé) e você se recusa categoricamente. “Não apagueis o Espírito” (1 Tessalonicenses 5:19).

Um incrédulo pode resistir ao Espírito Santo.

O Espírito Santo procura falar ao coração do incrédulo e conduzi-lo a Deus. Existem aqueles que estão convencidos da verdade do evangelho, mas se recusam a render seus corações a Deus.

“Você é de pescoço duro e incircunciso no coração e nos ouvidos! Você sempre resiste ao Espírito Santo; como vossos pais fizeram, vocês também ”(Atos 7:51). Essas palavras foram ditas pelo primitivo mártir cristão Stephen ao incrédulo Sinédrio pouco antes de sua morte.

Quando o espirito santo se afasta do homem

Quando o espirito santo se afasta do homem é bem difícil para um pastor pois É o ofício do Espírito Santo apresentar a obra salvadora de Jesus Cristo aos não salvos.

Uma pessoa insulta o amor de Deus dizendo que ele realmente não precisa do dom da salvação de Deus ou insistindo que a morte de Cristo na cruz era desnecessária ou incapaz de salvá-lo.

Resistir ao apelo do Espírito é insultar a Deus e eliminar toda a esperança de salvação. “De quanto pior punição, você acha, será digno de quem pisou o Filho de Deus sob os pés, contou o sangue da aliança pela qual ele foi santificado como algo comum e insultou o Espírito da graça?” (Hebreus 10:29).

Quem blasfema contra o espirito santo se arrepende

Quem blasfema contra o espirito santo se arrepende e “Portanto, eu vos digo que todo pecado e blasfêmia serão homens perdoados, mas a blasfêmia contra o Espírito não será homens perdoados.

Quem falar uma palavra contra o Filho do Homem, isso será perdoado; mas quem quer que fale contra o Espírito Santo, ele não será perdoado, nem nesta era nem na era futura ”(Mateus 12: 31–32).

Essa é a ofensa mais grave contra o Espírito Santo, pois não há perdão para a pessoa que a comete. A obra do Espírito é convencer-nos do pecado e nos levar a Jesus Cristo.

Blasfemar com Ele é semelhante a insultar, pois resistimos completamente ao Seu trabalho. Isso não deveria ser motivo de preocupação para nenhum cristão, pois este não é um pecado que ele possa ou irá cometer.

Consequências do pecado

Consequências do pecado geralmente coloca o homem sob a escravidão – O pecado mantém o homem sob sua autoridade (em cativeiro), assim como uma criança está sob seus pais ou um exército está sob seu comandante.

É visto como um poder vivo, ativo, poderoso e dinâmico que tem o homem sob seu domínio. O pecado é um escravo e coloca o homem sob a escravidão. João 8:34 diz: ‘ Quem comete pecado é escravo do pecado ‘.pecado contra o espirito santo

O apóstolo Paulo vê o pecado como um poder vivo e maligno que uma vez reinou completamente sobre nós. Tinha reinado completo antes de nascermos de novo, antes de nossos pecados serem lavados e antes de Jesus Cristo morrer na cruz.

Para aqueles que ainda não nasceram de novo, o pecado tem domínio completo sobre eles e, de qualquer maneira, não podem vencê-lo. Mesmo depois que uma pessoa é convertida, o pecado ainda a luta poderosamente para manter seu domínio anterior.

Nenhum de nós pode superar nossas deficiências, nossos pecados, nossas falhas, sem a ajuda de Deus. Mesmo que pudéssemos, por nós mesmos, alterar nossas ações, somente Deus pode mudar nossos corações.

É por isso que Paulo apelou aos membros da igreja em Roma para que não fossem conformes ao mundo, mas que fossem transformados pelo Espírito de Deus e “pela renovação da sua mente” ( Romanos 12: 1-2 ).

Para enfrentar nossos pecados, cada um de nós deve se render a Deus. Quando Deus está chamando uma pessoa para uma mudança fundamental, Ele a leva a este ponto de rendição.

O arrependimento vem através da bondade de Deus, não da nossa (Romanos 2: 4 ). Deus concede arrependimento para que possamos conhecer a verdade (2 Timóteo 2:25 ) e viver ( Atos 11:18 ).

Somos livres, no entanto, de decidir se nos arrependeremos. Pedro exortou seus compatriotas a “se arrependerem e se converterem, para que seus pecados sejam apagados, para que tempos de revigoramento venham da presença do Senhor” ( Atos 3:19 ).

Após o arrependimento, e após o batismo como um sinal externo de nosso arrependimento, Deus promete nos dar Seu Espírito.

Esse Espírito nos capacita a reconhecer e vencer o pecado. Através da conversão, nos tornamos uma “nova criação” ( 2 Coríntios 5:17 ), no que diz respeito a Deus. Ele nos permite viver como uma pessoa diferente, deixando para trás nossos pecados.