Que coisas podem ser obstáculos à oração?

Que coisas podem ser obstáculos à oração? Jesus disse aos Seus seguidores: “E eu vos digo: pedi e ser-vos-á dado; procurai e encontrareis; batam e será aberto para vós” ( Lucas 11: 9 ).

A oração é uma ferramenta incrível que Deus nos deu para que possamos nos comunicar pessoalmente e construir um relacionamento íntimo com ele.

Ele nos capacita a falar diretamente com Deus, adorando Sua soberania, louvando-O por Suas bênçãos, conhecendo-o melhor, compartilhando nosso coração com Ele e pedindo-Lhe que satisfaça nossos desejos e necessidades.

Que coisas podem ser obstáculos à oração

A oração é um privilégio concedido a todos os filhos de Deus. Mas existem algumas coisas que podem atrapalhar nossas orações. Aqui estão alguns obstáculos comuns para uma vida de oração saudável e as medidas que você pode tomar para superá-los.

Que coisas podem ser obstáculos à oração? Pecado não confessado

O pecado não confessado pode criar uma barreira entre nós e Deus em nossa vida de oração ( Isaías 59: 2 ). Nosso pecado faz com que vivamos de acordo com nossos desejos carnais e não pelo Espírito.

Quando aceitamos Jesus Cristo como nosso Salvador, nos tornamos uma nova criação e nossos pecados são perdoados ( 2 Coríntios 5:17 ; Colossenses 1: 13–14 ; Efésios 1: 7 ).

O que atrapalha a oração

Quando nossas orações são impedidas

No entanto, ainda vivemos no mundo e em nossos corpos humanos; conseqüentemente, continuaremos a ser tentados e a pecar.

Embora Deus tenha perdoado todos os nossos pecados do passado, presente e futuro, Ele ainda deseja que confessemos e nos arrependamos de nossos pecados conforme eles acontecem ( Jeremias 31:34 ).

1 João 1: 9 promete: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”.

Motivos egoístas

Como humanos, somos muito egoístas e nossa vida de oração não é exceção. Freqüentemente, oramos apenas pelas coisas que desejamos, sem levar em consideração a vontade de Deus ou as necessidades de outras pessoas ( Tiago 4: 1–4 ).

Embora não seja ruim pedir a Deus as coisas que desejamos, devemos sempre orar na vontade de Deus, seguindo o exemplo de Jesus ( 1 João 5:14 ; Lucas 22:42 ). Com essa mentalidade, começaremos a entender a imagem maior do que Deus está fazendo no mundo e como nossas vidas individuais são parte desse plano.

Além disso, nos ajudará a nos submetermos em obediência à Sua vontade.Filipenses 2: 3-4 ). Isso ajudará a transformar nossos corações para se concentrar em cuidar e estender a mão para outras pessoas.

Que coisas podem ser obstáculos à oração e Perdão

Em Mateus 6: 14-15 Jesus diz: “Porque, se perdoardes aos outros as suas ofensas, o vosso Pai celestial também vos perdoará, mas se não perdoardes aos outros as suas ofensas, nem vosso Pai perdoará as vossas ofensas.” Alguns capítulos depois, Jesus conta a parábola do servo impiedoso ( Mateus 18: 21–35).

Nesta parábola, um mestre perdoa a dívida substancial de seu servo em vez de vendê-lo. Então o servo se recusa a perdoar seu conservo por uma dívida muito menor e o joga na prisão.

O mestre fica sabendo disso e diz: “’… você não deveria ter tido misericórdia de seu conservo, como eu tive misericórdia de você?’ E com raiva seu senhor o entregou aos carcereiros, até que pagasse toda a sua dívida “( Mateus 18: 33-34 ). Jesus disse que Deus faria o mesmo.

Não podemos esperar que Deus responda nossas orações, especialmente por perdão relacional, se nós mesmos não estivermos dispostos a perdoar. Perdoando os outros, e também perdoando a nós mesmos, pelos erros, permitimos que Deus seja o Juiz.

Incredulidade A

dúvida na capacidade de Deus de responder às nossas orações é um obstáculo ( Tiago 1: 6-7) A oração requer fé. Quando oramos, estamos reconhecendo que Deus é capaz de responder à nossa oração, mas ao mesmo tempo nos submetendo à vontade de Deus e entendendo que Ele pode ou não escolher responder à oração da maneira que queremos.

No entanto, devemos orar acreditando que Deus pode e irá responder de acordo com Sua vontade. Um grande exemplo dessa fé é demonstrado pelo centurião romano que acreditava que Jesus poderia curar seu servo simplesmente com Sua palavra e sem ter que entrar em sua casa ( Mateus 8: 8 ).

Conflito conjugal

Paulo nos diz que o conflito no casamento pode impedir nossa vida de oração. Isso se deve à falta de obediência em como devemos agir uns com os outros.

Ele incentiva o marido e a mulher a amar e respeitar um ao outro em obediência a Deus para que possam ter uma vida de oração saudável ( 1 Pedro 3: 7 ; Efésios 5: 22–24 ).

Que coisas podem ser obstáculos à oração e Ídolos

Quando fazemos de outros deuses ou coisas uma prioridade em nossa vida diante de Deus, isso interfere em nossa vida de oração ( Ezequiel 14: 3 ).

Ele afirma claramente nos Dez Mandamentos: “Não terás outros deuses diante de mim” ( Êxodo 20: 3) Cada vez que os israelitas optavam por adorar outros deuses, Deus optou por não ouvir suas orações até que se arrependessem.

Conseqüentemente, eles passaram quarenta anos vagando pelo deserto antes de entrar na Terra Prometida e mais tarde foram exilados da Terra Prometida. Quando eles se arrependeram, porém, Ele mais uma vez respondeu a suas orações e restaurou sua nação.

Guerra espiritual

Um obstáculo à oração que não é resultado de nossa natureza pecaminosa é a guerra espiritual. O Diabo sabe que perdeu a guerra por nossa alma quando nos tornamos crentes, mas ele fará tudo o que puder para nos impedir de viver a vida que Deus deseja para nós.

Daniel enfrentou muita guerra espiritual quando Deus estava falando com ele sobre o fim dos tempos. No entanto, Daniel continuou em oração e jejum até ouvir de Deus novamente ( Daniel 10) Persistência, jejum, oração no espírito e oração em comunidade são maneiras de orar com eficácia em meio à guerra espiritual.