Frieza Espiritual

Frieza Espiritual é o maior perigo em nossa vida cristã: a frieza espiritual, ou seja, a perda do “primeiro amor” que qualquer servo de Deus está sujeito a vivenciar. Num relacionamento, quando o amor se esfria, ocorre a separação na maioria das vezes.

E é assim que acontece na vida cristã também: a frieza espiritual nos separa de Deus e nos torna insensíveis as coisas dele.

Frieza Espiritual e seus sintomas

Ninguém acorda e diz “”. Isso acontece com o decorrer do tempo, devido a uma série de situações que vão se abatendo sobre a vida cristã. O próprio Jesus disse que, no mundo, teríamos aflições, e isso não é opção, é fato.

frieza espiritual

Quando vivemos a frieza na fé, algumas práticas acabam por tornar-se constantes em nossa vida, como por exemplo: a falta de vontade de orar, de ler a Bíblia, não querer ir a igreja com frequência, ou não sentir prazer em ajudar e amar ao seu próximo.

Na maioria das vezes, a pessoa que passa por um momento como esse, também tem interesse maior pelo pecado e a satisfação pessoal está acima de tudo, inclusive acima das coisas espirituais.

Os Perigos dessa Frieza

  • Acomodar-se com o erro causa esfriamento espiritual;
  • Usar máscaras espirituais e viver numa mentira;
  • Assumir o seu “pecado de estimação”;
  • Tornar-se uma pessoa deprimida espiritualmente.

Como identifico a frieza espiritual?

  • Quando o prazer em Deus é menor que o prazer pelas coisas do mundo;
  • Quando a alma não tem anseio pela comunhão com Deus, seja através da oração ou da leitura da Palavra;

Desanimo espiritual

  • Quando os desejos impuros te dominam causando desânimo espiritual,
  • Quando não consegue liberar o perdão a quem te ofendeu;
  • Quando você deixa de amar ao seu próximo como a si mesmo é uma forma de desânimo espiritual.

Desanimo espiritual como tratar?

Desanimo espiritual pode ser fortalecido buscando algumas passagens bíblicas relacionadas ao tópico anterior e que podem te ajudar em momentos frios de sua vida espiritual:

  • Salmos 84:2 – “A minha alma está desejosa, e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha esfriamento espiritualcarne clamam pelo Deus vivo”;
  • Marcos 12:30 – “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças;”
  • João 14:15 – Se me amais, guardai os meus mandamentos;
  • Lucas 17:4 – E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe;
  • 1 João 4:20,21 – Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?
    E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão.

Conclusão

Em tempos de frieza na fé, lembre-se dos momentos que você já superou até ali e das vitórias que foram alcançadas. Saiba que a fidelidade de Deus não mudou e então veja o futuro na perspectiva dele.

Confie sempre em Deus, independente das circunstâncias que você estiver passando, pois Ele é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.

LEIA TAMBÉM: 

→Deus nos prova para sermos aprovados

Como orar de madrugada

 Escolhido de Deus

 Como perder a timidez para pregar a Palavra de Deus

 Como pregar a palavra de Deus com sabedoria

MANUAL DO PREGADOR
Aprenda Como Preparar Sermões e Pregar a Bíblia.
Disponível por tempo limitado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *